Header Ads

ad

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias através do Projeto Mãos que Ajudam em ato cívico e inter-religioso

Por Cris Souza 

Foto Gilton Sizino

Em todo o Brasil, na maioria das cidades aconteceu em 07 de setembro o desfile cívico em comemoração ao Dia da Pátria. A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias participou do principal momento cívico do Estado de Sergipe, evento que acontece na cidade de Aracaju na Avenida Barão de Maruim.

A Igreja possui 13 Regras de Fé que definem suas crenças, dentre elas estão:
11ª Cremos na submissão a reis, presidentes, governantes e magistrados; na obediência, honra e manutenção da lei.

12ª Cremos em ser honestos, verdadeiros, castos, benevolentes, virtuosos e em fazer o bem a todos os homens; na realidade, podemos dizer que seguimos a admoestação de Paulo: Cremos em todas as coisas, confiamos em todas as coisas, suportamos muitas coisas e esperamos ter a capacidade de tudo suportar. Se houver qualquer coisa virtuosa, amável, de boa fama ou louvável, nós a procuraremos.

Exercer cidadania é um legado dos membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, tornando-se uma grande satisfação sua participação  em seu primeiro desfile cívico, em um evento de tamanha importância e magnitude no Estado.

O desfile iniciou com a parada militar, seguido do desfile temático com os carros temáticos, do desfile estudantil e do comunitário onde a Igreja foi selecionada a participar. 

Foto Gilton Sizino


Em sua organização do desfile, A Igreja de Jesus Cristo, trouxe a jovem Larissa Mayara da Silva, 16 anos, que levou a placa com nome da Igreja e seu ano de fundação. “Foi maravilhoso! É muito gratificante poder estar representando a Igreja através e um desfile, poder estar mostrando o evangelho para as pessoas de uma forma diferente. Duas coisas me definem nesse momento, muito orgulho e amor pelo que faço pela igreja”, relata Mayara.

Logo após portadores do sacerdócio levaram as bandeiras do Brasil, Sergipe, Aracaju e o Estandarte do Mãos que Ajudam que também traz o nome da Igreja.

Lugar de criança e adolescente é na escola

Foto Gilton Sizino


O tema desse ano foi “Lugar de criança e adolescente é na escola”, e a Igreja trouxe na formação do desfile o pelotão destinado ao tema, representando os níveis da educação que englobam as crianças e os adolescentes, Educação Infantil e Ensino Fundamental trouxe crianças com fardamento escolar, segurando objetos que representam a escola como: lápis, livros e um globo terrestre, seguido do Ensino Médio e sua preparação para o trabalho e cidadania, com adolescentes representando algumas profissões, tais como: professor, guarda municipal, policial, médico e engenheiro. 

Ainda referente ao tema Educação, a Igreja levou para avenida adolescentes com réplicas das escrituras, representando o SEI – Sistema Educacional da Igreja com o Seminário e Instituto de Religião, além dos cursos oferecidos no programa de autossuficiência: Iniciar e Melhorar Meu Negócio, Finanças Pessoais, Minha Busca por Emprego/Encontrar um Emprego Melhor e Educação para um Emprego Melhor.

Mãos que Ajudam

Foto Gilton Sizino


Em seguida o maior pelotão em representatividade foi do Mãos que Ajudam,  programa permanente de ajuda humanitária e de serviço comunitário, que há 18 anos mobiliza milhares de voluntários de todas as idades, membros e amigos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no Brasil e no mundo estendendo a mão a quem precisa.

Em 21 de abril desse ano, o projeto nacional Mãos que Ajudam a Educação, promoveu ações em mais de 200 cidades em todo o país. Em Sergipe foram reformadas 09 escolas. Nesse mês de setembro a Igreja através do Projeto Mãos que Ajudam foi convidada a reformar a Escola Estadual Professora Áurea Melo, no bairro Soledade.

Foto Gilton Sizino

 
José Carlos Lima e sua família sempre participam dos projetos do Programa Mãos que Ajudam, ele e sua esposa Ronaide Andrade Silva Lima desfilaram no pelotão do projeto, já a filha do casal Isabel Vitória Andrade Lima desfilou no pelotão Lugar de criança e adolescente é na escola. “A Igreja se faz conhecer por todo o mundo por intermédio do seu programa social e seu trabalho tem contribuído com esse progresso em nossa Estado. Hoje foi mais uma prova em um dos eventos cívicos do país, desfile impecável da Igreja na Barão."

Obra Missionária 

Foto Gilton Sizino

A Obra Missionária também se fez presente no evento, com missionários de tempo integral que trouxeram algumas Regras de Fé para a avenida, dentre elas estavam:

1ª Cremos em Deus, o Pai Eterno, e em Seu Filho, Jesus Cristo, e no Espírito Santo.

8ª Cremos ser a Bíblia a palavra de Deus, desde que esteja traduzida corretamente; também cremos ser o Livro de Mórmon a palavra de Deus.

História da Família
 
 
Foto Gilton Sizino


 A Síster Santos/Diretora do Centro de História da Família da Estaca Aracaju Norte e a consultora de História da Família Dayane Nascimento trouxeram o CHF- Centro de História da Família para a avenida representando a genealogia. Os Centros de História da Família (CHF) são ramos do FamilySearch(site de genealogia) https://www.familysearch.org/  e da Biblioteca de História da Família em Salt Lake City, Utah (Estados Unidos) por todo o mundo. Seu objetivo é fornecer recursos para ajudar as pessoas na pesquisa e estudo de sua genealogia e história familiar.

Tolerância religiosa e civismo

 
      Foto Gilton Sizino


O desfile também foi abrilhantado pela Banda União Filarmônica Dom José Palmeira Lessa da Paróquia Sagrada Família da Igreja Católica com o apoio da Banda Marcial Olga Benário, com repertório: Galeon, Marchas e Dobrados do Brasil - Dobrado Dois Corações, Marchas e Dobrados do Brasil – Canção da Infantaria.

Foto Gilton Sizino

Um desfile onde Santos dos Últimos Dias e católicos se unem em demonstração de civismo e tolerância religiosa em amor à Pátria.

Assuntos Públicos
 
Foto Gilton Sizino

O Conselho de Assuntos Públicos também foi representado trazendo o tema: “Integrar a Igreja e a Comunidade". 

Almir Andrade Garcez, Chefe do Cerimonial da Secretaria do Estado da Educação se pronunciou em resposta ao agradecimento da Igreja, através do Conselho de Assuntos Públicos, devido a oportunidade de desfilar e participar pela primeira vez do desfile em Aracaju. “Espero podermos participar de outros eventos, obrigada!”.

 O desfile contou com participação de 100 componentes entre banda e membros Santos dos Últimos Dias.

Dia 08 às 15h, a Igreja participará pelo terceiro ano consecutivo de mais um momento cívico no município de Nossa Senhora do Socorro/Se.

Nenhum comentário